Menu


Mulher deixa de ser homossexual após 30 anos achando que havia nascido assim

29 SET 2019
29 de Setembro de 2019

O testemunho de vida de Wanda Jo Taylor é mais um entre milhares que reforçam o maior estudo já realizado no mundo publicado recentemente, que afirma não exigir um “gene gay”, o que significa, em outras palavras, que ninguém nasce homossexual, mas sim que a atração sexual pelo mesmo sexo é uma aquisição comportamental oriunda de fatores externos ao indivíduo.

Assim como muitos homossexuais, Wanda pensou que já havia nascido gay. Desde quando pequena, sua mãe identificou características típicas do comportamento masculino. “Eu sabia que ela era uma moleca, mas todo mundo disse que a deixasse em paz, que ao crescer ela pararia com isso”, disse ela.

Aos 18 anos, Wanda se assumiu homossexual. “Eu comecei a dizer ao mundo inteiro que eu era gay e estava orgulhosa, e vivi minha vida da maneira que queria viver”, disse Wanda Jo em um vídeo da CBN News. “Fiz a minha vontade, [tudo] o que queria fazer”.

Ao longo de 30 anos, Wanda se relacionou com várias mulheres e vivenciou até violência física. “Você está lutando e sem confiança, o ciúme, a inveja, o drama daquele estilo de vida em que eu estava é muito difícil”, disse ela. “Eu estava procurando amor em todos os lugares errados. Era isso que eu estava procurando”.

Socialmente Wanda parecia uma pessoa bem resolvida, descolada, mas emocional e psicologicamente ela estava arrasada, pois sabia que havia algo errado em sua vida, até que também se afundou nas drogas. “Eu estava cansada. Eu estava tão cansado que não sabia o que fazer”, disse ela.

Homossexual: a transformação

Felizmente, Wanda teve uma educação cristã. Ela se lembrou de quando era pequena e frequentava a escola dominical. Em um momento de desespero, a Palavra de Deus veio ao seu coração e lhe tocou profundamente.

“Eu estava destruída. Meu Deus, eu estava destruída. Eu estava cansada de quase tudo. Fui para casa, ajoelhei-me, gritei a Deus e disse: Deus, tire isso de mim. Jesus, me ajude. E Ele o fez, num piscar de olhos, num piscar de olhos”, disse ela, se referindo ao abuso de drogas.

Para a surpresa de Wanda, quando retornou à igreja ainda como gay assumida, ela foi recebida com alegria. “Eu estava na igreja, estava indo lá em meus ternos masculinos. Eles me amavam. Veja, eles me aceitaram, uma perdida e pecadora como eu era, uma homossexual”, disse ela.

“Eles estavam me tratando com tanto amor e me falando a verdade, a Palavra. E agora eu estava colocando essa Palavra em meu coração”, destacou. Finalmente, Wanda conseguiu ler a Bíblia novamente, e caiu em uma passagem onde Deus falou diretamente com ela.

“Abri minha Bíblia, e estava em Isaías 43:18 e 19. E diz: ‘Não se lembre das coisas anteriores, nem considere as coisas antigas. Deus disse: ‘Eis que faço uma coisa nova, e uma coisa nova brotará para a frente, não a conhecereis? Farei uma estrada no deserto e um rio no deserto’”, disse ela.

Wanda contou que leu repetidas vezes a mesma passagem, até perceber que era o próprio Deus falando ao seu coração, ao ponto de enxergar o texto bíblico voltado especificamente para ela.

“Quando eu li pela terceira vez, Ele disse: ‘Não lembre das coisas anteriores, todas as coisas gays e nem considere as coisas antigas, as drogas e o crack e tudo isso, e prostituta se prostituindo e fornicando, cometendo adultério, mentindo e trapaceando, aquelas coisas”, disse ela.

Atualmente Wanda testemunha a sua transformação para milhares de pessoas, algo que ela considera um verdadeiro milagre.

“Eu sou exatamente como o primeiro milagre de Jesus, transformando água em vinho. A velha Wanda Jo era a água e a nova Wanda Jo é o vinho. Eu sou um milagre, aleluia! Eu sou um milagre para mim. Ele levou o desejo embora. Não desejo mais mulheres. Ele levou esse desejo embora”, concluiu.

Fonte: Gospel Mais.

Voltar

Início      A rádio      Programação      Blog      Galeria      Contato

Rádio Web Atitude Gospel desde 11 de Maio de 2017 - Todos os direitos reservados.